Nutrólogo

Nutrólogo

A nutrologia é uma especialidade médica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), exercida pelo médico nutrólogo que é quem faz o diagnóstico, a prevenção e o tratamento de doenças relacionadas ao comportamento alimentar, identifica possíveis “erros” alimentares, hábitos de vida ou estados orgânicos que estejam contribuindo para o quadro nutricional do paciente.

O nutrólogo relaciona a nutrição com outras áreas da medicina, de acordo com o perfil do paciente, como nutrologia geriátrica, nutrologia neurológica, nutrologia cardíaca, nutrodermatologia, nutrologia em doenças infecto-parasitárias, nutrologia em ginecologia e obstetrícia.

Isso porque, distúrbios de nutrientes têm sido demonstrados cada vez mais presentes e diagnosticados em várias áreas clínicas e cirúrgicas: como casos da obesidade, das cardiopatias ou da cirurgia bariátrica. Razão pela qual a importância da correlação da nutrologia com as demais áreas médicas.

A nutrologia também tem um papel preventivo importante para vários tipos de enfermidades.

As principais patologias tratadas na nutrologia clínica são:
  1. Obesidade infanto-juvenil e Obesidade do adulto;
  2. Desnutrição do adulto, da criança e do idoso;
  3. Acompanhamento pré e pós-cirurgia bariátrica;
  4. Dificuldade para ganho de massa magra (adolescentes, adultos);
  5. Sarcopenia, Osteopenia e Osteoporose do idoso e em jovens;
  6. Transtornos alimentares: Anorexia nervosa, Bulimia nervosa,
  7. Vigorexia, Ortorexia, Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP), Síndrome do Comer Noturno;
  8. Intolerância à glicose e Diabetes mellitus tipo 2;
  9. Dislipidemias: hipercolesterolemia e hipertrigliceridemia;
  10. Síndrome metabólica;
  11. Esteatose hepática não-alcóolica (fígado gorduroso);
  12. Alergias alimentares;
  13. Intolerâncias à lactose;
  14. Erros inatos do metabolismo;
  15. Anemias carenciais (Ferropriva, por deficiência de B12, ácido fólico, cobre, zinco, complexo B, vitamina A, por metais tóxicos);
  16. Intoxicação crônica por metais tóxicos: Alumínio, Chumbo, Mercúrio, Arsênico, Cádmio;
  17. Deficiência e excessos de macronutrientes e micronutrientes;
  18. Criança com baixo peso;
  19. Constipação intestinal e Diarréia crônica;
  20. Dispepsias correlacionadas à ingestão de alimentos específicos;
  21. Distensão abdominal crônica (gases intestinais);
  22. Disbiose intestinal e Síndrome de Supercrescimento bacteriano do intestino delgado (SIBO);
  23. Síndrome do intestino irritável;
  24. Fadiga crônica;
  25. Orientações nutrológicas para nefropatas, hepatopatas, pneumopatas, cardiopatas;

O Médico Nutrólogo atuará no diagnóstico, prevenção e tratamento destas doenças, contribuindo na promoção de uma longevidade saudável, com melhor qualidade de vida.

Comments are closed.